Humanize

Quem é o capitalista inimigo
Supostamente fétido
Devidamente temido
E por vocês sofre perigo?

Lhes respondo de prontidão
E me perdoem pela decepção
Mas ele é uma fantasia
E vocês perseguem uma ilusão.
 
O empresário malvado
Chefe mal-humorado
É gente como a gente
 
Tem medo de morrer
Deseja também prazer
Teve a vida para aprender
 
Vocês gritam morte
Para outros terem vida
O objetivo é igualdade
Isso ninguém invalida
 
Mas a vida dele é de verdade
Não sua teoria da improbidade
O filho do cara chora igual
Não o desumanize por total
 
Quer quebrar banco? Não acendo teu pavio
Mas o segurança é pessoa
Não entro nesse navio
 
Podem dizer talvez
Que sou humanitário demais
Mas pra mim, gente não tem vez
Nossa raça nunca vai ter paz
 
Piores do que os lobos
(Estes vivem em alcatéia)
Fazemos os outros de bobos
Que merda de idéia!
Só estou notando sua incoerência
E nunca vai adiantar
Você vai continuar na indecência
E eu a todos criticar.

-R.C.

Este post tem 2 comentários

  1. luananodari

    Isso chega a ser uma idéia de que o capitalismo pode ser ruim, mas pode não ser?

    1. Renato Cunha

      No texto não há crítica ao capitalismo (nem defesa), mas o questionamento de que, mesmo num sistema duvidoso- na visão de muitos, maligno- quem sai melhor no sistema é simplesmente culpado pelo sistema existir?
      É uma idéia de que o capitalista também é indivíduo, portando é complexo e tem suas questões e não necessariamente é boa ou má pessoa.
      Obrigado pela pergunta.

Deixe uma resposta para Renato Cunha Cancelar resposta