Boas vivências

Boas vivências Toma outra dose, mandando tudo para dentro de si. Desce queimando, claro, mas o incômodo é outro. A sensação ali é extremamente familiar, quase monótona, pois é a…

Continuar lendo Boas vivências

Insônia

Escrevo pelas paredes os versos cuja recitação foi falha a você. Eles me torturam. Escravizam minha mente, forçando-me a não pensar em outra pessoa, situação. Não há espaço nem para…

Continuar lendo Insônia

Lar, doce lar…

O nosso acampamento Aruanã O Vale Encantado Do qual, tanto tempo, fiquei afastado Não foge de qualquer mente sã Segunda casa, um lar completo De amigos bons está repleto Uma…

Continuar lendo Lar, doce lar…

Esculpindo

Meus dedos deslizo em suas cachoeiras confusas… o que são? Decifrá-las é um passatempo e admirá-las quase obrigação inata. Permanecem dúvidas bobas em meio a cheiros conhecidos e saudosos, atração…

Continuar lendo Esculpindo

No país das correntes

O Branco da Luz entrava por meus olhos lúcidos. Quem esquecera de fechar as cortinas? Não tive idéia do porquê de eu (possivelmente) teria feito isso. Não me incomodava, dentre…

Continuar lendo No país das correntes

Arquitetura (a)temporal

O tempo tudo desgasta. Sem interferências externas à natureza, qualquer coisa cai.As colunas sustentadoras, ao início de aparência invencível com seu concreto e cor alva, só necessitam de alguns meses…

Continuar lendo Arquitetura (a)temporal

Indução

É longa a caminhada pretendida e pretensiosa planejada contigo. Mas assim é a vida; só podemos escolher com quem vivê-la, pois esta é enorme e cheia de pequeninas ramificações, e…

Continuar lendo Indução