Alu(n)a

Ela me era Lua
Eu, astrônoma
Queria ser aluna
Dessa luz que só soma
D’uma beleza estonteante
Como fosse Soma
A noite eu sumia
Dedicando a Ela inteiramente
Eu, que não tinha asas
Entraria até na Nasa
Pra vê-la de perto
Fui longe
Fiz força como monge
A tive em meu teto
E então
Sem teto de vidro
Nem pedra no coração
Tive a Lua comigo.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com